Ex-prefeita de Nova Independência está entre as vítimas de bandidos que usariam carros roubados para transportar drogas

A Polícia Militar desmontou, na madrugada de deste sábado (27), uma quadrilha que atacou em dois locais, roubou uma camionete, duas picapes, duas motos, joias e dinheiro de duas famílias, além de fazer dois reféns e manter uma terceira pessoa em cárcere privado, nesta sexta-feira (26), em duas cidades próximas a Andradina. A sequência de crimes ainda teve perseguição por um PM que estaria de folga e tentativa de fuga dos bandidos pela rodovia Marechal Rondon (SP-300), antes das prisões.

Entre as vítimas está a ex-prefeita de Nova Independência, Neusa Joanini (PSDB), que estava sozinha em casa na hora em que dois dos bandidos chegaram – um deles armado com um revólver.

A ação do bando começou pouco depois do horário de almoço, em um sítio de Guaraçaí, onde dois idosos foram rendidos e levados para um canavial, onde ficaram amarrados por cerca de sete horas, até conseguirem se soltar. Da casa deles, os bandidos levaram a camionete, uma picape e uma moto.

Na sequência, invadiram a casa da ex-prefeita, na zona rural de Nova Independência, e exigiam dinheiro. O marido de Neusa, Valdemir Joanini, disse que os bandidos procuravam por um cofre que estaria na casa e repetiam que o aguardariam chegar. Ele não soube dizer se os ladrões identificaram Neusa como política da cidade, mas disse suspeitar, inicialmente, de que se tratava de crime com motivação política. Uma picape e uma moto usadas pela família foram levadas pelos ladrões.

Polícia Militar desmantela quadrilha que assaltou duas casas na região

Neusa e as outras vítimas foram libertadas sem ferimentos e passam bem. Os idosos tiveram luxações nos pulsos, causadas pelas cordas com que foram amarrados.

As prisões ocorreram a partir da identificação da camionete dos idosos por um PM que passava pela rodovia. Avisado, o comando do 28º Batalhão da PM de Andradina montou cercos entre Nova Independência, Guaraçaí, Murutinga do Sul e a cidade. Dois bandidos foram pegos próximo ao trevo de Murutinga do Sul, com uma arma falsa, pouco mais de R$ 3,8 mil em dinheiro, um celular e um tablet.

Outros três foram localizados, pouco depois, em uma avenida de Andradina. Com eles havia um revólver roubado de uma das vítimas e joias. O sexto elemento, identificado por “Boi” – que seria o chefe do bando, conseguiu escapar, mas todos os presos foram identificados pelas vítimas, no plantão da Polícia Civil, na madrugada de ontem. Com o bando ainda havia um carro e outra moto. Os veículos, segundo os bandidos disseram em depoimento, seriam levados para Ponta Porã (MS) e usados no transporte de drogas. Todos foram levados para a cadeia de Pereira Barreto.

Na ação trabalharam os policiais militares: tenente Caldeira, sargentos Gilberto e Alexander, cabos Santos, Carvalho, Ceballos, Alécio, Richard e Gomes e o ainda o cabo PM Costa, que estava de folga.

Nesta operação policial foram presos Fernando Brito dos Santos, Guilherme Henrique Pio de Oliveira, Orivaldo Eudoxio de Campos Júnior, Paulo Roberto da Silva Dias, Wideferson Aparecido da Paz Cabral,

VALDECIR CREMON – Andradina

você pode gostar também