Conferência Municipal de Saúde debate atendimentos do SUS em Araçatuba

Aconteceu na sexta-feira (26) e ontem (27) a Conferência Municipal de Saúde de Araçatuba. A ação é uma parceria entre a Secretaria Municipal de Saúde e o Conselho Municipal de Saúde e foi realizada no campus da Unip (Universidade Paulista) que existe na cidade.O objetivo foi ouvir a população e os próprios funcionários da Saúde da cidade para traçar diretrizes para o Plano Municipal de Saúde que será respeitado pelos próximos quatro anos no município.

A conferência recebeu palestras de médicos especializados no SUS (Sistema Único de Saúde) e, ontem, dividiu os trabalhos em quatro eixos para debates em salas de aula. A divisão foi formada por: atenção básica, gestão e assistência farmacêutica, vigilância em saúde e especialidades.

Cada eixo apresentou dez demandas enumeradas por eles e também recebidas de pacientes locais. As mais comuns são questões sobre o atendimento, realização de exames com maior agilidade e a contratação de mais equipes de saúde para os postos da cidade.

“Esse trabalho da conferência já existe há muito tempo e é sempre importante para que a gente saiba e entenda as demandas da população e dos trabalhadores. É uma parceria do Conselho de Saúde com a Secretaria de Saúde que faz parte do planejamento de cada gestão”, explicou o presidente do Conselho Municipal de Saúde, Ricardo Wagner Ferrari Machado.

De acordo com a secretária de Saúde de Araçatuba, Carmen Silvia Guariente, as propostas subsidiarão a formação do Plano Municipal de Saúde para que o trabalho seja seguido de acordo com as diretrizes elaboradas. Segundo Machado e Guariente, o trabalho é essencial para a melhoria e o aperfeiçoamento da saúde na cidade.

“São 40 propostas debatidas e cada grupo está abordando um tema. Depois vamos fazer um relatório final que será parte do Plano Municipal de Saúde”, finalizou.

KAIO ESTEVES – Araçatuba

você pode gostar também