Identificados os trabalhadores mortos na explosão na Citroplast

Foram identificados na madrugada desta sexta-feira (26) os três operários que morreram na explosão causada pelo mau funcionamento de um cilindro de vapor na fábrica de papelão e embalagens Citroplast, instalada em Andradina. O acidente ocorreu pouco depois das 22 horas de quinta-feira (25). No acidente morreram André Carneiro , Claudinei Antunes Ventura e Diego Rodrigues da Silva. Pelo menos 20 pessoas trabalhavam no setor no momento. Outras pessoas feriadas foram atendidas no Pronto Socorro Municipal e liberados. 

A reportagem apurou que o cilindro de pressão apresentou problema de funcionamento e explodiu. Com a explosão, o galpão na onde funcionava o equipamento, que trabalham aproximadamente 20 funcionários, desabou. Os Três funcionários que estavam no local e morreram na hora. As três vítimas são de Andradina.

Tão logo ocorreu a explosão, bombeiros, policiais civis, policiais militares começaram a chegar ao local para ajudar na operação de remoção. Peritos da Polícia Técnico-Científica passaram a madrugada fazendo levantamentos.

ACOMPANHAMENTO
Uma multidão passou horas em frente à indústria para obter informações sobre o ocorrido. Outros estavam em busca de informações de familiares que trabalham no local.

A CITROPLAST
Com aproximadamente quatro décadas de operação, a Citroplas é uma das mais antigas indústrias em funcionamento na região. Começou como empresa de fabricação de embalagens plásticas. Depois evoluiu para fabricação de embalagens em papelão ondulado e outros produtos. Hoje tem aproximadamente 600 funcionários.

O gerente-geral Marco Antônio Nacfur, informou que a empresa mobilizou os seus setores administrativos e social para dar toda assistência às vítimas e familiares.

você pode gostar também