LR1
O que você
busca?
BUSCAR
Região
postado em 23/02/2013 às 23h24min

MP de Andradina abre Inquérito Policial por criação de novos cargos de policiais civis

Correições indicaram falta de policiais
DA REDAÇÃO, OLLAIR NOGUEIRA - ANDRADINA
Tamanho da
Letra
Diminuir Letra Aumentar Letra

Durante correições realizadas nas oito Delegacias de Polícia da Comarca (Andradina, Castilho, Murutinga do Sul e Nova Independência), constatou-se extrema escassez de servidores da Polícia Civil. “Isso prejudica gravemente a investigação de delitos”, frisou o Ministério Público de Andradina durante as correições.

Baseado na constatação de falta de efetivo, o MP de Andradina instaurou Inquérito Civil (nº 14.0190.0000312/2013-8), para apurar a causa dessa situação, buscando-se a criação de novos cargos ou, pelo menos, o preenchimento daqueles que estão vagos.

O Ministério da Justiça, por meio da Senasp (Secretaria Nacional de Segurança Pública), divulgou nesta terça-feira (19) uma série de pesquisas sobre segurança pública. O estudo serve para desenhar um diagnóstico dos recursos humanos e materiais de todos os estados brasileiros.

OUTRO LADO DA MOEDA
Destoando da observação de representantes do Ministério Público de Andradina, uma das pesquisas, "Perfil das Instituições de Segurança Pública", apresenta a situação da Polícia Civil, em 2011, em relação à estrutura, recursos humanos e materiais, orçamento, ações de prevenção e atividades de capacitação e valorização profissional.

A pesquisa do governo federal diz que São Paulo possui importantes destaques nacionais, principalmente na Polícia Civil. Sobre a estrutura organizacional da Polícia Civil, a pesquisa revela que o Estado de São Paulo é o que tem o maior número de unidades policiais ou delegacias de polícia do Brasil. Com 1.999 unidades do tipo, o Estado está muito à frente do segundo colocado, que é Minas Gerais, com 576. Todas as delegacias sejam da Capital, Grande São Paulo ou Interior, possuem ainda sistema para o registro de ocorrências e têm acesso à internet.

Da mesma forma, São Paulo é o que tem o maior número de especializadas: 387. É líder na quantidade de unidades de atendimento à mulher (133), de entorpecentes (67), de furtos e roubos de veículos e/ou cargas (5), meio ambiente (11), extorsão e/ou sequestro (14) e de crimes contra a administração pública e/ou ordem tributária (10).

O estudo da Senasp mostra que 57% das especializadas em entorpecentes e 38% das especializadas no atendimento à mulher do país localizam-se em São Paulo.

O que mais prende
É possível notar também que, somente em 2011, o Estado de São Paulo foi o que mais cumpriu mandados de prisão no país: 47.193. O segundo colocado foi Minas Gerais, com 43.354 mandados cumpridos.

Da mesma forma, o Estado foi o que mais prisões efetuou em 2011. Foram 119.744, o que coloca São Paulo muito à frente de Minas Gerais, que aparece em segundo lugar, com 68.580 prisões.
São Paulo também apreendeu a maior quantidade de armas no país: 27.222. O Estado é seguido mais uma vez por Minas Gerias e Rio de Janeiro.

Orçamento

Mais uma vez de acordo com o estudo do Ministério da Justiça, em relação às despesas da Polícia Civil, São Paulo é o Estado que mais investe (R$ 109.972.442,00) e o que tem o maior custeio, excetuando a folha de pagamento: R$ 344.402.826,00.

Recursos materiais
No que tange aos recursos materiais, o estudo mostra que SP possui a maior frota de viaturas pequenas ou médias caracterizadas (5.819) e também descaracterizadas (3.090) e de outras viaturas (56), que incluem helicópteros, ônibus, caminhão, entre outros.

A Polícia Civil paulista é a que tem a maior quantidade de coletes balísticos, são 27.766, o segundo colocado é o Distrito Federal, com 21.604. Em relação às armas, o Estado é que tem o maior número de revólveres, pistolas, carabinas, espingardas e metralhadoras.

Recursos humanos
Com um efetivo de 34.480 pessoas, a Polícia Civil de São Paulo é a maior do país, seguida por Minas Gerais, que tem 10.150 agentes. O efetivo paulista conta com capacitação técnica periódica para o manuseio de arma de fogo e assistência psicológica, à saúde e por seguro.

Espalhe essa notícia
|
0 Comentários Comentários
Comentar Comentar
LR1 Siga-nos no Siga-nos no Twitter Faça Parte da Comunidade Lr 1 no Faça Parte da Comunidade Lr 1 no Orkut SRC na WEB   |   Anuncie no Lr 1   |   Fale com o Lr 1   |   Privacidade   |   Faça do Lr 1 a sua página inicial WTC Brasil Todos os direitos reservados - 2010 Jornal O Liberal Regional