LR1
O que você
busca?
BUSCAR
Mundo
postado em 3/05/2011 às 09h11min

Em testamento, Bin Laden pede a seus filhos que não participem da rede terrorista

"Escolhi um caminho cheio de perigos" - disse
Da Agência Lusa - Brasília
Tamanho da
Letra
Diminuir Letra Aumentar Letra
Divulgação
Líder da Al-Qaeda, Bin Laden era o terrorista mais procurado do planeta

O líder e fundador da rede Al Qaeda, Osama Bin Laden, deixou um testamento no qual informava não querer que seus filhos mantivessem atividades ligadas à célula terrorista. A veracidade do documento não foi confirmada. Mas no texto de quatro páginas, escrito pouco depois dos atentados de 11 de setembro, Bin Laden aproveita para pedir perdão aos filhos por não ter se dedicado a eles.

“Carreguei o peso dos muçulmanos e dos assuntos desses. Escolhi um caminho cheio de perigos”, afirmou Bin Laden, em parte do testamento dirigido aos filhos. Em outra, ele se refere às mulheres afirmando que elas foram “um grande apoio” no caminho que escolheu.

No texto, o líder da Al Qaeda pede às mulheres dele que não pensem em casar novamente depois de sua morte. Segundo Bin Laden, as mulheres devem usar seu tempo para se dedicar aos filhos.

No final do testamento, com data de 14 de dezembro de 2001, três meses depois dos atentados de 11 de setembro nos Estados Unidos, Bin Laden também envia uma mensagem aos mujaidines (guerreiros santos). Ele pede que os guerreiros se dediquem à própria purificação.

No domingo (1º), o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, anunciou, em Washington, a morte de Bin Laden, no interior do Paquistão. Militares norte-americanos atacaram a mansão onde estava o líder e atiraram contra ele, matando-o com um tiro na cabeça. Autoridades informaram ainda que o corpo foi lançado ao mar.

Espalhe essa notícia
|
0 Comentários Comentários
Comentar Comentar
LR1 Siga-nos no Siga-nos no Twitter Faça Parte da Comunidade Lr 1 no Faça Parte da Comunidade Lr 1 no Orkut SRC na WEB   |   Anuncie no Lr 1   |   Fale com o Lr 1   |   Privacidade   |   Faça do Lr 1 a sua página inicial WTC Brasil Todos os direitos reservados - 2010 Jornal O Liberal Regional