LR1
O que você
busca?
BUSCAR
Etc
postado em 6/12/2016 às 09h24min

Emocionada, Márcia Moura se despede da política de Três Lagoas

Ao final do segundo mandato, prefeita fala sobre conquistas de seu governo
Mariane Martins - Três Lagoas
Tamanho da
Letra
Diminuir Letra Aumentar Letra

Em tom de despedida e com sensação de tranquilidade, Márcia Moura (PMDB) se despede no dia 31 de dezembro da prefeitura de Três Lagoas e encerra as atividades na vida política.

Em clima de conclusão e agradecimentos, a prefeita que está no seu segundo mandato à frente do executivo fez um balanço de algumas realizações durante sua gestão e agradeceu o povo três-lagoense e ratificou a importância de deixar as finanças equilibradas do município e de manter as ações que vem dando certo para a próxima gestão.

Filha de militar, Márcia Moura cresceu e casou-se em Três Lagoas. Casada com o médico Sebastião Nogueira de Paula com quem teve dois filhos, aos 57 anos a militante buscou desde cedo seu espaço e buscas para transformar a sociedade.

CAMINHO PARA A POLÍTICA
Ao longo de sua vida, Moura desenvolveu diversas atividades. Teve uma academia de dança e ginástica durante sete anos com balé clássico e moderno. Também tem em sua bagagem a experiência de lecionar na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul no curso de Letras. Durante esse período, Márcia recebeu o convite do então senador Ramez Tebet (PMDB) (1936-2006) para compor seu grupo representativo no município.

Com o argumento de que mantinha bom relacionamento com todos e com um rol de amizade grande, Márcia aceitou o desafio de ingressar na política. O resultado foi positivo, a parlamentar concorreu ao cargo de vereadora e foi eleita duas vezes, o primeiro mandato em 1997 a 2000 e na sequencia 2001 a 2004.

Na terceira tentativa, Márcia perdeu por poucos votos, quando recebeu mais um convite, de Simone Tebet (PMDB) para assumir a Secretaria Municipal de Cultura, em 2005. Após alguns meses e algumas mudanças na prefeitura, Márcia assumiu a Secretaria de Educação, acoplando na época as duas secretarias.

Devido ao bom desempenho frente às secretarias, Márcia como define, recebeu seu maior desafio, quando assumiu o cargo de vice-prefeita junto com Simone Tebet. "Na última hora, no último minuto do segundo tempo, a Simone me chamou para ser sua vice na prefeitura. Foi uma experiência incrível. Fomos candidatas e ganhamos. Logo após nosso segundo mandato, assumi outro papel importante, na Secretaria de Desenvolvimento Econômico, uma secretaria extremamente importante para a pasta", recorda.

Em março de 2010, após Simone Tebet ter sido convidada para ser vice-governadora, Márcia Moura assumiu definitivamente a prefeitura municipal. Foi nesse momento que Márcia alçou voo no progresso de Três Lagoas. "Dei continuidade numa eleição com um leque de trabalho muito grande. Em 2011 e 2012 foram anos muito felizes aqui. Em 2012 ganhamos novamente na reeleição e foi um ano ainda muito bom, mas com algumas dificuldades que surgiram. Isso nos causou uma mudança radical no município", revela.

TEMPOS DIFÍCEIS
Moura define a "mudança radical" que enfrentou em 2014 e 2015 à crise econômica que o país enfrenta desde então. Conforme a prefeita foram situações em que sua gestão foi impedida de realizar mais projetos para o município. "A roubalheira que nós estamos acompanhando hoje de uma forma mais próxima no país, nós conseguimos verificar onde a verba de fato estava em 2014 e 2015. Aqui (Três Lagoas) eu tive um financiamento aprovado de R$ 80 milhões em 2013. Então eu podia ter feito muito mais asfalto na cidade e drenagem. Nós iriamos arrumar essa cidade. Eu só falei que ia fazer porque já estava tudo certo", esclarece.

No rápido apanhado de prestação de contas de seu mandato, Márcia destacou os inúmeros projetos executados durante seu governo. Destacou ainda como uma das benfeitorias que trouxe para a cidade com aprovação de incentivos fiscais. "Com os incentivos fiscais nós conseguimos trazer uma série de indústrias para a cidade e fez com que isso multiplicasse os empregos, a dignidade e os cursos de capacitação que fez com que na minha administração nós tornássemos o incentivo e proteção a micro empresa. Ou seja, a cidade borbulhou de novas perspectivas, oportunidades e desenvolvimento", ressalta.

MENINA DOS OLHOS
Com formação e visão aguçada para a educação, Márcia Moura define seu mais importante legado que deixará, como a "Menina dos Olhos", a valorização e progresso que fez na área da educação municipal. "Nós atingimos pontos do Ideb extremamente fantásticos, com uma construção interna e íntima da formação de cada aluno e cada cidadão. Nós também demos a oportunidade do professor de crescer, estudar, de se qualificar, fazer uma pós-graduação, para termos uma educação diferenciada", destaca.

ENFRENTANDO O PRECONCEITO
Historicamente, mulheres na política têm sido representadas na sociedade em comparação com os homens. Porém, com o empoderamento feminino na classe, são comuns cada vez mais as representações de líderes femininas à frente da política como um todo. Márcia Moura atrela uma "política bonita" e bem feita tendo como base a superação de enfrentar o machismo no meio político com punhos fortes para impor respeito e credibilidade. "Existe o machismo, só que quando você se mostra firme e apresenta suas qualidades com argumentos e conhecimento, acaba tudo isso, e aí sim você é respeitada. A entrada de uma mulher na presidência da república, também foi sem dúvida nenhuma a esperança da posição da mulher na classe política", esclarece.

De crença católica e demente a Deus, Márcia revela que teve momentos difíceis em lidar com as críticas sendo uma mulher pública. Ela destaca que em vários momentos buscava forças nas orações e meditações. "É muito difícil estar na política se o líder não tiver uma família com uma boa estrutura familiar, pois isso trás problemas para administração. Se eu não tiver uma união com meu marido, com meus filhos e com a minha família de uma forma geral, com valores de amor, tolerância e respeito e gratidão, seria muito mais difícil. As pessoas criticam a vida e família da gente como se fosse qualquer coisa. Absurdamente inexistente Isso faz parte da política", destaca.

UMA NOVA MÁRCIA
Com novos projetos de vida, Márcia Moura pretende ser uma nova mulher, com novas atividades, novo rumo e novas missões. De acordo com ela, os primeiros passos fora da liderança municipal, será na filantropia, em especial a Rede Feminina de Combate ao Câncer do município. Márcia enfrentou e curou-se do câncer de mama em 2010. "Eu preciso continuar produzindo. Vou ajudar as pessoas que tem câncer. Quero estar na Rede e no Hospital Auxiliadora. Quando uma pessoa passa e supera por essa situação que também passei, os valores mudam, os horizontes expandem. É uma forma de enxergar diferente. O enfrentamento a vida muda para melhor. Também vou trabalhar numa coisa que sei fazer, que é dar aulas", comenta.

SENTIMENTO DE GRATIDÃO
No dicionário da língua portuguesa, gratidão é a qualidade de quem é grato e reconhecimento por um benefício recebido. Em sua última passagem pela política, Márcia Moura delimita seu desempenho e despedida com sentimento de gratidão. Para ela, a sensação foi de dever cumprido, visto que acredita que a nova administração do prefeito eleito de Três Lagoas, Ângelo Guerreiro (PSDB), continuará com o que ela deixou de bom e por novas oportunidades que virão para o município. "Três Lagoas é aplaudida lá fora. Aonde eu vou e levamos o nome da cidade, todos veem falar conosco ou já ouviram falar da gente, aja vista tantas informações e ajuda da imprensa que levou o nome de Três Lagoas até para o exterior. Então, eu fico muito feliz porque vou fechar esse mandato com legado grande que será bem comandado por Ângelo Guerreiro. Acredito e desejo a ele tudo de maravilhoso, pois ele tem condições de fazer um governo muito melhor", conclui. 

Espalhe essa notícia
|
0 Comentários Comentários
Comentar Comentar
LR1 Siga-nos no Siga-nos no Twitter Faça Parte da Comunidade Lr 1 no Faça Parte da Comunidade Lr 1 no Orkut SRC na WEB   |   Anuncie no Lr 1   |   Fale com o Lr 1   |   Privacidade   |   Faça do Lr 1 a sua página inicial WTC Brasil Todos os direitos reservados - 2010 Jornal O Liberal Regional