LR1
O que você
busca?
BUSCAR
Etc
postado em 28/06/2016 às 09h53min

João Abdalla, um empresário que planta sonhos

Tradicional nome do setor imobiliário relembra projetos pioneiros e conta suas motivações para iniciativas que estão levando desenvolvimento
DA REDAÇÃO - ARAÇATUBA
Tamanho da
Letra
Diminuir Letra Aumentar Letra
Antônio Crispim
João Abdalla, formado em Direito e pós-graduado em Administração de Empresas

O nome do empresário João Abdalla foi um dos mais falados no último fim de semana, quando ele oficializou a entrega da pavimentação da via Agnaldo Fernando dos Santos, na zona norte, em Araçatuba. O que os mais novos podem não saber é que o sobrenome da família dele aparece de maneira pioneira quando o assunto é o mercado imobiliário do município.

Bairros como o Dona Amélia, Amizade e Ipanema só foram possíveis graças a loteamentos que levam a assinatura de Nicolau Abdalla (já falecido), pai de João. Segundo o empresário, foi possível aprender muito observando e participando dos projetos da família, lições que ele leva até hoje para outros empreendimentos.

Foi desse desejo de ser pioneiro que, no início dos anos 2000, Abdalla lançou o loteamento fechado Habiana I, com foco no padrão A de moradia. "Neste período, o público já começava a querer mais qualidade de vida e segurança. Foi esta a razão do projeto", explica, ressaltando uma das razões para o segmento de condomínio ter dado tão certo.

NOVA APOSTA
A iniciativa gerou frutos e inspirou outros empreendimentos do gênero. Até que, nos últimos anos, Abdalla viu no padrão médio de consumo outro nicho a ser melhor aproveitado pelo setor imobiliário. "Se o pessoal da classe A pode morar bem, por que as famílias da classe B também não podem?", comenta.

Foi então que surgiu o residencial Barcelona, um condomínio fechado, com 80% dos lotes medindo 200 metros quadrados. Dos 609 lotes oferecidos, a taxa de comercialização superou 94% na tarde de ontem. Mas o projeto, antes de ser um sucesso, tinha alguns desafios, como o acesso de terra que não comportaria a grande quantidade de veículos transitando.

Abdalla abraçou essa demanda e custeou, com investimento na ordem de R$ 1,5 milhão, a pavimentação de cerca de um quilômetro da via Agnaldo Fernando dos Santos. Mais que isso, ele mobilizou os agentes políticos da cidade para mudar norma municipal e permitir a existência de lotes com até 200 metros quadrados (o mínimo já foi de 300 metros quadrados), algo importante para oferecer preços competitivos aos compradores.

"Por que você pode ter sucesso nos projetos? Primeiro, não queira explorar ninguém, coloque as coisas no preço que elas são e dê condições para as pessoas comprarem", explica Abdalla, em relação ao sucesso de vendas. "Eu não quero ganhar já, eu quero ganhar sempre."

INDÚSTRIA DE LEITE
A filosofia do "preço justo" é aplicada por ele em outro projeto, a indústria de laticínio Milk Mel, na zona rural de Araçatuba. O projeto começou modesto, ainda em 1994, com 26 vacas. Hoje, o plantel em lactação já conta com 300 cabeças e, de mercado local, já abastece municípios da região com leite tipo A.

Estrategicamente, Abdalla diz que mantém a oferta do produto em saquinho para não elevar os custos ao comprador final, caso utilizasse garrafa ou caixinha. Além disso, lembra que o setor gera riqueza para a própria cidade, pois a comercialização se converte em impostos para os cofres públicos, gera emprego e mantém a "roda da economia girando".

FRUTOS
Depois de tudo isso, aos 67 anos de idade, o empresário - que tem formação em Direito e pós-graduação em Administração de Empresas - poderia até dar um tempo nos negócios. Mas ele quer deixar mais frutos para as futuras gerações. Literalmente.
O residencial Barcelona prevê um pacote de arborização para a zona norte que inclui, num primeiro momento, cerca de 500 mudas de espécies que garantem flores o ano inteiro. Além disso, serão cerca de cem exemplares frutíferos para atrair passarinhos e dar para as futuras gerações o prazer de colher uma fruta direto do pé.

"São essas sementinhas que temos que plantar hoje para colher amanhã. Se depender de mim, ainda tenho muito a oferecer para Araçatuba", completa Abdalla.

Espalhe essa notícia
|
0 Comentários Comentários
Comentar Comentar
LR1 Siga-nos no Siga-nos no Twitter Faça Parte da Comunidade Lr 1 no Faça Parte da Comunidade Lr 1 no Orkut SRC na WEB   |   Anuncie no Lr 1   |   Fale com o Lr 1   |   Privacidade   |   Faça do Lr 1 a sua página inicial WTC Brasil Todos os direitos reservados - 2010 Jornal O Liberal Regional